O último adeus ao Zé Teixeira

12 de Novembro de 2008

em Arouca

Ontem, um «mar de gente» despediu-se do Zé Teixeira. Com olhares muito tristes, sobre lágrimas intensas, vimo-lo sair de sua casa para a sua última viagem.
O Zé morreu no Domingo aos quarenta e seis anos, num dos cenários que mais o apaixonava; o campo de futebol. Sofrendo por aquilo que muito gostava – «o seu Arouca». Os «penaltys» da vida foram-lhe fatais.
Fica-me a imperecível recordação de um amigo bom, que vivia as coisas da vida com intensidade, paixão e fervor! Fica-me a grata recordação de um político e autarca local, empenhado nas múltiplas coisas em que acreditava, movido por um enorme amor à sua terra. Fica a enorme saudade!

{ 1 comentário… lê abaixo ou adiciona }

1 SERGIO TEIXEIRA PINTO 16 de Novembro de 2008 às 13:29

Realmente, fica uma grande saudade do meu querido AMIGO,
tão longe em presença, mas tão perto no coração de todos nós
deste lado do Atlantico, que Deus ilumine e abençoe a todos os
familiares.
São os mais sinceros desejos da Familia Teixeira que vive aqui
em São Paulo, Brasil.

Responder

Anterior:

Seguinte: